Uma empresa só existe por causa dos seus clientes. Aquelas que desejam obter mais clientes, precisam aparecer, melhorar a sua encontrabilidade, sair da zona de conforto e ‘meter as caras’.

Na área da saúde não é diferente. Todo médico precisa de paciente. Todo médico precisa entender e investir em marketing qualificado para se destacar.

encontrabilidade_conectivo

Em um passado não muito distante, aparecer significava investir pesado em publicidade. Revistas, jornais, tv, outdoor, abrigos de ônibus e outras mídias para gerar atenção,  despertar o interesse, motivar um desejo para que no final o cliente tomasse uma ação.

Essa era a realidade para poucos hospitais e clínicas no país.

Mas com tantos meios disponíveis e a mudança no comportamento do consumidor, a maneira como a sua empresa é vista – e encontrada – mudou radicalmente com o surgimento da internet.

Clientes ativos na internet exigem empresas ativas neste meio.

A jornada de compra do consumidor mudou, e muito. Para ter uma idéia, o Facebook realizou uma pesquisa e descobriu que para uma pessoa que deseja comprar uma passagem aérea, tem em média 37 pontos de contato entre 1 e 2 meses.

Elas passam por sites de busca, sites de hotéis, aluguel de automóveis, recomendações de pessoas nas redes sociais entre outros.

O volume de informações na internet é gigantesco, por isso é necessário ficar de olho nas oportunidades que ela oferece para o marketing na área da saúde.

Por isso, separamos para você um checklist com os principais itens que ajudam a melhorar a encontrabilidade da sua clínica ou consultório na internet.

1. Site Responsivo

Ter um site (ainda) é extremamente importante para desenvolver a encontrabilidade. Não importa o tamanho do seu negócio.

Nele as pessoas têm a oportunidade de conhecer mais sobre você, sobre os serviços que você oferece, onde está localizado e quais os diferenciais. É um meio onde você controla as informações e pode entender melhor o fluxo de visitantes através do  analytics.

Além de ter um site, é preciso ter um site que funcione em diferentes telas. Sites que se adaptam a estes formatos são conhecidos como responsivos.

No desktop ele enxerga um layout amplo. A disposição dos botões, menus, links, textos, imagens e animações podem ser ‘espalhadas’ pela tela. Já na visualização mobile (pelo smartphone / tablete) ele encontrará estes elementos rearranjados.

Lembrando que quanto mais fácil for a navegação, melhor.

Em telas menores, priorize informações relevantes. Encurte o caminho para que o paciente possa acessar serviços que realmente façam sentido para ele naquele momento.

Imagens podem ocupar muito espaço e não entregam uma experiência fluída e podem frustrar o paciente, gerando percepções arranhadas sobre a sua clínica.

O site muitas vezes é a porta de entrada para os futuros pacientes. Aproveite e crie conteúdo de interesse do seu público. Isso ajuda a atrair visitantes e a indexação nas buscas do Google.

 

2. Redes Sociais

Conheço muitos médicos que não utilizam redes sociais, principalmente a geração dos baby boomers (nascidos entre 1945 e 1960). Mas precisamos estar onde o paciente está, certo?

Facebook, Instagram, Linkedin e Twitter são ferramentas poderosas para criar e estabelecer relações e gerar engajamento com o público-alvo.

Acha complicado alimentar tantas redes sociais? Escolha uma delas e foque.

É importante configurar de maneira adequada para potencializar a sua encontrabilidade. Disponibilizar as informações sobre contato, local e horário de atendimento (pois têm paciente que acha que pode ser atendido pelo Facebook), especializações, CRM.

Eu sempre aconselho os meus clientes a gerarem conteúdo continuamente para as redes sociais. Isso estabelece a identidade do seu negócio e aproxima as pessoas em diferentes momentos na jornada do consumidor.

Vídeos têm funcionado bastante para gerar conhecimento de marca para clínicas e hospitais.

Leia também: Marketing Pessoal ou da Clínica?

3. Google Meu Negócio

Já procurou por alguma loja ou estabelecimento e viu uma série de informações pertinentes sobre aquele local como avaliação das pessoas, imagens do local, horário de funcionamento, mapa de localização, telefone e site para contato?

Esse é o Google Meu Negócio!

Gestão Google meu Negócio

A ferramenta é gratuita e indispensável para qualquer negócio.

Entre e configure as informações da sua clínica. Inclua os seus serviços, fotos e horário de atendimento. Tudo o que pode facilitar a sua encontrabilidade deve ser incluído no Google Meu Negócio.

Vale a pena solicitar aos clientes para que avaliem a sua clínica no Google, isso ajuda às pessoas a verificarem a reputação do seu negócio para aqueles que buscarem no Google.

O Google Meu Negócio ainda conta com um painel que mostra como a sua clínica está sendo descoberta pelas pessoas (Pesquisa ou Maps) e qual ação elas tomaram, como acessam o site, solicitam rotas, ligam para você (quando o número de telefone é incluído) e envio de mensagens SMS.

 

4. Youtube

O Youtube é o segundo maior buscador, fica apenas atrás do Google. As pessoas muitas vezes não querem ler textos, elas querem ver e ouvir sobre algo que procuram.

A saúde está ligada à outros temas como qualidade de vida e bem estar, temas que têm grande procura no Youtube. Muitas clínicas entenderam isso e criaram canais para dialogar com este público. Trazem informação, respondem as dúvidas dos internautas, e interagem com a comunidade online.

Se você ainda não pensou em desenvolver conteúdo para a maior plataforma de vídeos do mundo, chegou a hora de encarar este desafio. Uma plataforma como o Youtube pode ampliar em até 3x a sua encontrabilidade digital.

A linguagem audiovisual permite trocar experiências de maneira rápida e simples. Quanto mais o seu prospect souber (e que isso seja através de você) mais seguro estará para realizar uma consulta com você.

É importante considerar títulos atraentes, tags e cartões para que o visitante possa assistir a outros vídeos e recomendá-los para as outras pessoas.

Não deixe de tratar da parte visual como capa do canal, ícones e cartões.

Vinhetas também são importantes para reforçar o seu posicionamento e sobre o a proposta do canal.

Seja interessante, inspirador, educativo e colha os frutos.

 

5. SEO

Um site não é composto apenas de textos e imagens, ele precisa ser bem estruturado com informações que os robôs do Google possam ler e mostrar para as pessoas que tem interesse em uma solução para a pergunta deles.

SEO, significa Search Engine Optimization, que nada mais é do que uma otimização para os motores de busca (Google / Yahoo! / Bing).

Quando você digita algo no Google, os robôs varrem a internet em busca dos melhores resultados para o que foi digitado. Os sites que aparecem nas primeiras posições da parte orgânica, trabalharam de maneira adequada o conteúdo e a estrutura do site como um todo.

Este é um trabalho dinâmico, e representa bem a dinâmica da internet e seus algoritmos na influência por uma encontrabilidade saudável. Ou seja, precisa ser monitorado e ajustado com base nas novas diretrizes colocadas pelos buscadores, em especial o Google.

Alguns itens que favorecem a encontrabilidade são:

  • O site é responsivo? – ferramenta do google
  • Ele possui certificado de segurança SSL?
  • Os textos foram bem desenvolvidos?
  • Os títulos e textos contêm a palavra-chave em questão?
  • As imagens estão leves para um site?
  • A palavra-chave está na URL?
  • O site possui um sitemap?

Algumas ferramentas gratuitas como Website Grader e Search Console te ajudam a identificar os pontos de melhoria na performance do seu website.

 

[grwebform url=”https://app.getresponse.com/view_webform_v2.js?u=Ba38t&webforms_id=20062102″ css=”on” center=”on” center_margin=”320″/]

 

Estes são os principais pontos de contato que você precisa desenvolver para potencializar a sua encontrabilidade e atrair pacientes no ambiente online.

Vale a pena ressaltar que cada item exige um alinhamento com os objetivos de marketing da clínica, por isso, antes de estabelecer um plano de ação para os itens, tenha em mente quais os resultados que deseja alcançar e faça os ajustes de acordo com estes objetivos.